ÉVORA FORMA CAMPEÃS

Beatriz Cameirão, nascida em Reguengos de Monsaraz, formada no Atlético, tendo representado as seleções distritais de Évora, sagrou-se este fim de semana Campeã Nacional de Juniores pelo Sport Lisboa e Benfica e levantou a taça do título como capitã da sua equipa. A Beatriz Cameirão foi também a capitã da Seleção Nacional Sub-17 e atualmente representa a Seleção Nacional Sub-19.
É um dos bons exemplos de como o Futebol Feminino em Évora tem crescido e evoluído nos últimos anos.
Inês Gonçalves é outra das atletas formadas no Atlético, que passou pelas seleções distritais de Évora, a dar cartas no Futebol Feminino nacional. É jogadora do Sporting Clube de Portugal e representa as equipas de juniores e seniores B, sendo a única jogadora a marcar na última época à equipa do Benfica, Campeã Nacional da 2ª Divisão.
A Maria Garcia Ferreira é também jogadora do Sporting Clube de Portugal e da Seleção Nacional Sub-15, natural das Cortiçadas de Lavre, onde iniciou a prática do futebol, tendo também representado a AFE.
Cláudia Tecedeiro, formada no Almansor (Montemor-o-Novo) e nas seleções distritais, joga atualmente na 1ª Divisão de Portugal ao serviço da equipa A-Dos-Francos, das Caldas da Rainha.
Uma vez mais, Évora contou esta época com a participação do Grupo Desportivo e Cultural do Bairro de Santo António no Campeonato Nacional da 2ª Divisão.
Também no Futsal Évora conta com jogadoras internacionais e a jogarem em grande clubes, como por exemplo a Ana Grenha (Sporting) e a Inês Marques (Internacional de Évora) (internacionais universitárias – medalhas de bronze no Mundial do Brasil), a Ana Pinto (Internacional de Évora), a Ana Mendonça (Benfica) e a Maria Liliu (Quinta dos Lombos).
O Futebol e o Futsal Feminino do Distrito de Évora é cada vez mais uma realidade que ganha o seu espaço, que veio para ficar e que de ano para ano tem vindo a crescer.
É uma das grande apostas da Federação Portuguesa de Futebol e os resultados estão à vista nas várias seleções nacionais.
Um trabalho que começa nos clubes e nas associações distritais e regionais, onde a aposta é, igualmente, muito forte.
Em Évora, 2019 é, definitivamente, o ano da afirmação das meninas dentro das quatro linhas.
Voltámos a crescer no número de atletas inscritas e a praticar.
A Federação Portuguesa de Futebol atribuiu a Évora, pela primeira vez, a organização Fase Final do Torneio Interassociações Sub-17 com a presença de 400 jogadoras de todo o País.
O Centro de Treinos Feminino FIFA/FPF/AFE Acedemy funcionou durante toda a época, ultrapassando o limite máximo de jogadoras previstas.
Durante toda a época tivemos em atividade as seleções de Sub-12, Sub-14 e Sub-17, com particular destaque para a estreia da nossa seleção Sub-12.
Esta época contámos com a chamada de duas atletas aos trabalhos da Seleção Nacional Sub-15, a Matilde Mourato (Terena) e a Raquel Mendes (Juventude), sendo que a Raquel já é Internacional por Portugal.
A Associação de Futebol de Évora adquiriu um campo de futebol insuflável para promoção do futebol e futsal feminino e captação de novas praticantes nos espaços públicos e nas escolas do distrito, através de parcerias com os municípios.
A época terminou com a realização de dois torneios organizados por dois dos nossos associados, o Lusitano Ginásio Clube e o “O Calipolense”.
António Pereira, Presidente da Associação de Futebol de Évora, já definiu mais um objetivo para alcançar a curto prazo: “esta é uma aposta para continuar, queremos crescer ainda mais e em dois anos queremos que 10% das inscrições na AFE sejam de praticantes de Futebol e Futsal Feminino”, referiu.
O Futebol e o Futsal também se joga no Feminino.
Vem jogar!